Você lidera seu time como uma máquina ou como um cérebro?4 min read

você lidera

Olá Pessoal! 

Sejam todos muito bem-vindos à edição de hoje das meditações Homines Formatam. Estas são focadas especialmente para Líderes Inteligentes, os quais desejam participar da evolução contínua das pessoas da sua equipe, seu time.  

Para nos ajudar a refletir, neste momento, vamos buscar inspiração num trecho bíblico, que está no Livro do Profeta Jeremias 1,17-19. 

Interessante e muito sincera, aliás, é a relação de Jeremias com Deus, que, neste caso, está exercendo a função de Líder do Profeta Jeremias. 

Quero destacar, dentro do trecho escolhido, este … 

levanta-te e comunica-lhes tudo que eu te mandar dizer: não tenhas medo, senão, eu te farei tremer na presença deles.” 

Formas de liderar

Freepik.com

Naturalmente, que há alguns pontos bem claros e expressivos nesta frase, que merecem destaque: 

  1. Deus, aparentemente, impõe uma condição clara e direta para o profeta: levanta-te e comunica-lhes tudo que eu te mandar dizer.
  2. E vai além: não tenhas medo, senão, eu te farei tremer na presença deles. 

 O que lhe vem à mente quando você analisa este trecho “sozinho”, retirado do seu contexto? 

 Creio que podem ser coisas como:  

  1. Deus foi extremamente rígido com seu “subordinado”, o Profeta.
  2. Além de ser duro, Deus ainda ameaça ele, Jeremias, de humilha-lo na presença das demais pessoas, seus companheiros de time. 

 Terá Deus, como grande Líder, subestimado a inteligência de Jeremias? 

 Agora, imagine o seguinte: será mesmo que Deus não sabia com quem estava falando? 

 Quão duro e direto, Ele poderia ser com Jeremias naquele momento, sem comprometer sua capacidade de ação, necessária para o momento? 

 Terá Deus subestimado a inteligência do Profeta ao ter tal atitude com ele? 

 Vamos analisar algumas considerações a respeito destas questões relevantes? 

  1. O seu modelo mental sobre o funcionamento da organização define a forma como você se relaciona com o seu time.
  2. A sua forma de gerir pessoas, a partir de como você as enxerga como indivíduos pensantes, aprendizes, capazes de criar conhecimento e inovar ou não. 

 A sua organização é vista como uma máquina ou um cérebro? 

 

você acredita na equipe

Freepik.com

Pergunta interessante esta, especialmente, para quem ainda não está habituado às Images of Organization de Gareth Morgan, não lhes parece? 

Pois bem, dentre algumas outras imagens possíveis, trazidas por este autor, para, através da metáfora, tentar demonstrar os modelos mentais, especialmente da liderança, em ação, vemos estas duas. 

Assim, de forma muito resumida, podemos dizer que: 

  1. Caso você tenha o modelo mental da organização funcionando como uma máquina, basicamente você está alinhado às ideias de Taylor e Fayol e a sua Administração Clássica e Científica. Neste caso, a ideia de hierarquia, processos, controle, tempos cronometrados são muito relevantes.
  2. Por outro lado, você pode enxergar a organização como um cérebro, quer dizer, que as suas partes funcionam independentemente uma da outra, embora respeitando uma visão sistêmica. Além do que, segundo esta visão, a organização é capaz de criar novos conhecimentos, ideia que está alinhada à Teoria de Nonaka e Takeuchi. 

 OK, mas qual a grande diferença entre as duas visões e como isso impacta na sua visão como líder? 

 Caso você enxergue a sua organização como um máquina isso vai se refletir também nas pessoas e isso também vale para a organização vista como um cérebro. 

 Você considera que seu time tem capacidade de aprender, criar novos conhecimentos e inovar? 

 Embora esta questão esteja totalmente relacionada com a imagem mental que você tem da  organização, ela tem bastante relevância para o exercício da Liderança Inteligente. 

 

como você lidera?

Freepik.com

Isso porque, você percebendo as pessoas do seu time como capazes, ou não, de aprender, que vai levar à criação de novos conhecimentos, que por sua vez, leva à inovação, vai definir se você exerce uma liderança inteligente ou simplesmente autoritária. 

 Neste caso, retomando a nossa base de reflexão, podemos nos questionar: será que Deus confiou na capacidade de Jeremias de interpretar as suas palavra seus objetivos e com isso obter a meta almejada ou não? 

 Terá Deus ficado controlando cada passo de Jeremias para avaliar se ele se comportaria exatamente como o esperado por Ele? 

 Assim, vamos analisar o nosso comportamento enquanto Líderes?

Será que estamos tratando as pessoas dentro de uma estrutura como partes de uma máquina ou como um cérebro pulsante? 

 Ah, será possível conciliar ambas as visões, trazidas Gareth Morgan? 

 Para lhe ajudar a encontrar respostas a estas questões preparamos este Talk Show: Intelligent Leadership – empresa como máquina e/ou cérebro. 

 Deus abençoe seus projetos! 

 Até breve! 

Créditos

Texto: Jocelito André Salvador

Imagem destacada no Blog: Freepik.com

Compartilhe

Outros artigos relacionados à Inteligência Corporativa:

Conhecimento, Humildade e Poder, como se relaciona... Olá Amigos Líderes!Com alegria divido estes breves momentos com vocês, os quais devem servir para que possamos avaliar e reavaliar a forma com...
Inteligência Espiritual e Inteligência Corporativa... Olá Caríssimos Amigos e Irmãos na Missão de Liderar!Aproveito o nosso espaço Homines Formatam de hoje para compartilhar e refletir com vocês s...
Ajam como Líderes Inteligentes! Dai-lhes vós mesmo... Olá Pessoal!Desejo que vocês estejam realmente muito bem!Pretendo, hoje, apresentar alguns aspectos para a sua reflexão e meditação quanto...