Quantas palavras são necessárias para que o time reconheça o seu líder?5 min read

Você já pensou quantas palavras profere diariamente aos que estão em sua volta?

Quantas palavras são necessárias para que o time reconheça e compreenda o seu líder?

quantas palavras são necessárias para que o time reconheça o seu líder?

Olá Povo de Deus!

Sempre é um prazer enorme estar contigo nestas edições do Homines Formatam.

Hoje, quero lhe convidar a pensar sobre quantas palavras são necessárias para explicar ao seu time o que ele precisa fazer.

quantas palavras são necessárias?

Google Imagem

Quantos caracteres e explicações são disponibilizados para a explicação das estratégias à sua equipe?

Seu time reconhece sua voz, expressões e diretrizes para o desenvolvimento de qualquer tarefa?

Existe uma sinergia tão concreta que em muitos momentos não há necessidade de se alongar nas explicações diárias do que é preciso fazer?

Quão independente ou dependente seu time é de você?

Este é o contexto que norteará nossa meditação de hoje.

Como base, utilizarei a liturgia proposta para esta data. Caso queira acessá-la, por gentileza, clique aqui!

Quantas palavras são necessárias para compreender o líder?

Temos trazido algumas atitudes condizentes com a Liderança Inteligente e com um Time Inteligente.

Já conversamos sobre:

– O poder transformador do diálogo.

– Aprender e ensinar.

– Equilíbrio emocional.

– Autenticidade.

– Protagonismo.

– Pensar e refletir.

– Saber ouvir e dialogar.

Dentre outros temas extremamente relevantes. Obviamente, todos relacionados com os pilares da Conducere: aprendizagem, conhecimento e inovação.

Contudo, o que isso tem a ver com compreender o líder?

Pois bem, penso que é sensato, antes de continuarmos, analisar a taxonomia de Bloom.

Benjamin Bloom, em conjunto com outros cientistas, desenvolvou uma taxonomia, que divide os objetivos educacionais em:

  1. Cognitivo.
  2. Afetivo.
  3. Psicomotor.

Para esta postagem, vou me ater à dimensão cognitiva, combinado?

Da dimensão cognitiva, houve uma divisão em seis níveis de domínio:

Taxomonia de Bloom

Quando planejamos qualquer plano educacional, ou mesmo, objetivo de aprendizagem, esta taxonomia serve como guia.

O primeiro nível, qual seja, lembrar, também é encontrado como conhecer.

O segundo nível, isto é, entender, é definido como compreender.

Veja, para que seja possível compreender o líder, é necessário que o time o conheça primeiro.

Todavia, o que é conhecer e compreender ?

Conhecer/lembrar:

Manter relações interpessoais ou de convivência com alguém”. (MICHAELIS, 2018).

Compreender/entender:

Alcançar com a inteligência”. (MICHAELIS, 2018).

O que desejo demonstrar é que para que um time possa interpretar o seu líder, primeiramente é necessário identificar quem este seja.

Para isso, é crucial que sejam mantidas relações de proximidade e convivência. Além disso, um ambiente de respeito e de confiança.

Veja o exemplo que nos traz o Evangelho:

quantas palavras são necessárias?

Google Imagem

Maria Madalena estava chorando e ao ver Jesus não o reconheceu, isto é, não sabia quem ele era. Na nossa taxonomia cognitiva, não lembrava dele.

Quando Jesus perguntou:

  • Mulher por que choras? A quem procuras?

Maria Madalena não identificou que era Jesus quem falava com ela.

Por que será que ela não conheceu a voz de Jesus?

Na oração vindoura temos a explicação.

No momento em que Jesus a chamou pelo nome – Maria! Imediatamente ela respondeu – Mestre.

Trazendo para o nosso contexto, no momento em que Jesus conversou com Maria como sempre fazia, ela compreendeu, reconheceu, identificou que era o Mestre.

Perceba que bastou apenas uma palavra. Ele não precisou mostrar nada nem explicar. Apenas a chamar pelo nome. Diferente de Tomé, que disse que precisava tocar nas mãos e pés (Jo 20, 25b). Ou dos discípulos de Emaús que apenas reconheceram Jesus, quando este partiu o pão (Lc 24, 31).

Faça um exercício agora e seja verdadeiro consigo mesmo(a), quantas palavras são necessárias para que sua equipe entenda o que você precisa?

Quantas palavras são essenciais para criar um ambiente inovador?

Percebo salutar afirmar que não existe uma receita de bolo e muito menos um número mágico.

O que estou querendo demonstrar é que quanto mais íntima é a relação entre líderes e liderados, menor é a necessidade de multiplicar as palavras.

Até porque, muita conversa atrapalha qualquer relação. Havendo confiança, direcionamento e engajamento, não há motivo de fornecer tanta informação.

Pense em o que é mais produtivo, cinco minutos objetivos ou uma hora de subjetivismos?

Colloquium como uma opção generosa para dialogar

Nós na Conducere, desenvolvemos uma metodologia, baseada na dialética, para criar um ambiente inovador e disruptivo.

Nossa forma de dialogar e fornecer experiências, tem como princípios:

Colloquium Conducere

A ideia desta tecnologia é criar um espaço onde o diálogo ocorra, de maneira organizada e sempre voltada a resultados.

Dessa forma, há constantemente a troca e o envolvimento de todos os participantes.

O Colloquium não é uma palestra ou um debate. Ele é uma tecnologia ativa e imersiva de aprendizagem colaborativa.

Este recurso é prova de que a quantidade de palavras necessárias são aquelas que possibilitem a promoção do conhecimento, a aprendizagem das equipes (lifelong learning), a inovação do ecossistema empresarial e a learning organization.

Caso queira saber mais sobre o Colloquium da Conducere, bem como seus temas e formatos, acesse aqui!

Quantas palavras são necessárias para que o time reconheça o seu líder?

Esta foi a pergunta título do nosso post.

Desejo que tenha conseguido respondê-la ou ao menos ter instigado seu pensamento e percepção sobre este assunto.

Faço votos que estas linhas lhe orientem em sua rotina como líder inteligente e gostaria de sua interação sobre o que leu.

Deixe seu comentário, elogio, crítica ou mesmo dúvida.

Fico à sua disposição para conversarmos quantas palavras forem necessárias! 🙂

Grande abraço, fique no amor de Deus, de Maria e de José!

Créditos

Edições Loyola. Liturgia Diária. Disponível em: <http://www.loyola.com.br/liturgia_diaria.asp>. Acesso em: abr. 2018.

Imagem em destaque no Blog: Freepik.com

MICHAELIS. Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa. Disponível em: <http://michaelis.uol.com.br/moderno-portugues/busca/portugues-brasileiro/>. Acesso em: abr.2018.

Taxonomia de Bloom. Disponível em: <http://penta2.ufrgs.br/edu/bloom/teobloom.htm>. Acesso em: abr.2018.

Texto: Valeska S. Fontana Salvador.

Compartilhe

Outros artigos relacionados à Inteligência Corporativa:

Líder, não jogue seus talentos aos porcos! Caríssimos(as) Líderes Inteligentes,Com carinho compartilho algumas palavras, buscando alguns minutos da sua atenção e da sua reflexão.Hoj...
Programa Innovare: Teaser Nosso CEO, Jocelito André Salvador, preparou um teaser para apresentar a você o Programa Innovare!Este programa é voltado para empresas que depend...
2018, tempo de estarmos atentos e prontos para as ... Para todos os que são cristãos este é o tempo do Advento, ou seja, Daquele que há de vir. Contudo, queiramos ou não, estamos passando por um tempo em ...