Ovelhas sem pastor, seu time se parece com isso?4 min read

Vendo Jesus as multidões, compadeceu-se delas,  porque estavam cansadas e abatidas,  
como ovelhas que não têm pastor.  
Então disse a seus discípulos: ‘A Messe é grande, mas os trabalhadores são poucos.  
Pedi pois ao dono da messe que envie trabalhadores para a sua colheita!’  

Evangelho de Jesus Cristo, segundo Mateus 9, 36-38 

Olá Povo de Deus! 

Desejo sinceramente que cada um de vocês possa encontrar a Paz em seu coração! 

Amigos, vamos falar hoje da função da liderança, ou melhor dizendo, de nós, líderes, enquanto gestores de times, maiores ou menores, mas sempre diversos. 

O fato central é: será que nossos times, ao menos em alguns momentos, não ficam como ovelhas sem pastor? 

Interessante notarmos duas situações onde isso pode ocorrer: 

  1. A liderança é extremamente autoritária, centralizadora, controladora.
  2. A liderança é muito permissiva, não cria regras e limites básicos para o time. 

Vamos a alguns detalhes de cada situação, que obviamente não são novidades para você, mas queremos refletir à luz do Evangelho de hoje. 

Aliás, quando falamos em Evangelho, tal palavra tem sua origem na palavra grega euaggélion, a qual significa, em tradução livre, boa nova, boa notícia. 

Pois bem, o fato é que nenhuma das duas situações apresentadas pela liderança, autoritária ou permissiva, pode ser considerada inteligente. 

Vejamos porquê. 

A liderança autoritária não é inteligente, pois tolhe a capacidade das pessoas evoluírem

Verdadeiramente, quem é líder autoritário(a), em geral, não acredita que as pessoas do time tenham a capacidade, real, de aprender, conhecer e inovar. 

Para a liderança autoritária seu time é composto por eternas crianças, que precisam ser conduzidas à cada passo. 

O fato é que, não necessariamente, o(a) líder age desta forma conscientemente. São variados os fatores que levam a isso. 

Parte da “culpa” pode ser mesmo creditada ao time, que se habituou a permanecer na zona de conforto e necessita ser conduzido no seu processo de aprendizagem (pedagogia) continuada. 

Contudo, mesmo que parte da “culpa” possa ser computada ao time, isso, de forma alguma, isenta a liderança de sua responsabilidade, visto que um time que precisa ser conduzido à cada passo são como ovelhas que não tem pastor. 

Não será o momento de você como líder, rever seus conceitos, (re)avaliar as pessoas do seu time, seu potencial, suas competências e deficiências e, principalmente, quanto cabe a você auxiliar tais pessoas no seu processo de evolução? 

Você não pode, e não deve, fazer por elas, as pessoas, mas tem o dever, enquanto líder, de orientá-las em pontos estratégicos do seu caminho de desenvolvimento. 

A liderança permissiva não é inteligente, pois não demonstra autoridade e sabedoria

Ao contrário da liderança autoritária, tal estilo de liderança, bastante “livre”, tampouco pode ser considerada inteligente, pois, de modo geral, a sua posição é questionada pelo time por não demonstrar a verdadeira autoridade. 

Agora, a questão é: como demonstrar autoridade, sem ser autoritário(a)? 

Ouvi uma frase de um frade da OCD – Ordem dos Carmelitas Descalços, Frei Davi Alves Soares, que, ao se referir à autoridade de Cristo, disse: para ter autoridade é preciso tornar-se amado(a), respeitado(a). 

Sem dúvida, isso faz muito sentido, em especial para a liderança inteligente, pois para isso é necessário sabedoria. 

Sempre lembrando que sabedoria não quer dizer, de forma alguma, ser conhecedor(a) de todas as coisas. 

Ter sabedoria, no contexto da Liderança Inteligente, significa você ter autoconhecimento e procurar conhecer e respeitar a diversidade de perfis das pessoas que fazem parte do seu time. 

Caso isso não ocorra, ou seja, você exerça uma liderança permissiva ao extremo, sem buscar o autoconhecimento e o conhecer o outro, você não demonstrará autoridade e assim seu time também se sentirá como ovelhas que não tem pastor. 

A liderança inteligente é uma síntese entre a autoridade e a liberdade 

Caros(as) Líderes, a nossa proposta de hoje é vamos procurar fazer uma síntese, ou seja, reunir elementos diferentes, concretos ou abstratos, e fundi-los num todo coerente. 

Isso quer dizer que para que o nosso time não seja como ovelhas sem pastor, é necessário que: 

  1. Estabeleçamos regras, limites e objetivos claros para as pessoas. 
  2. Demonstraremos transparência nos nossos atos. 
  3. Criemos autoridade pelo amor e respeito demonstrado a todas as pessoas, com os seus diferentes perfis. 
  4. Permitamos que as pessoas aprendam, criem novos conhecimentos e inovem. 
  5. Sejamos reconhecimentos como líderes inteligentes, sábios(as). 

Vamos assumir o desafio de sermos verdadeiros líderes inteligentes? 

Um grande e fraterno abraço e até breve! 

Créditos:

Texto: Jocelito André Salvador

Evangelho: catolicoorante.com.br

Outros artigos relacionados à Inteligência Corporativa:

#3 – Aprendizagem versus treinamento: como gerar l... Como equilibrar aprendizagem versus treinamento? Como administrar o conhecimento organizacional, desenvolver as competências essenciais e a conciliar ...
Você, como Líder, está pautado pela ética, pelos v... Olá Caríssimos(as) Líderes do Século XXI! Novamente temos a oportunidade de trocarmos informações através deste canal, o qual, sinceramente, e...
Saber ouvir e dialogar para ser agente de mudança Saber ouvir e dialogar é uma das premissas do(a) Líder Inteligente. Não há como quebrar resistências e gerar a mudança sem essa postura.Existe...