Liderança com conhecimento, propósito e caos criativo3 min read

Olá Pessoal!

Hoje, nossa meditação vai se concentrar, em linhas gerais, numa carta de orientação e exortação de Paulo a uma Comunidade de Cristãos, que ele ajudou a criar em Corinto.

Esta cidade ficava muito próxima a Atenas, capital da Grécia e por muitos considerada a capital intelectual do mundo antigo, naturalmente em função das suas gerações de filósofos.

Paulo, sem dúvida, um líder espiritual e exemplo de vida para a Comunidade dos Coríntios, retrata, na sua segunda carta direcionada a esta comunidade, o seguinte:

Somos afligidos de todos os lados, mas não vencidos pela angústia;

postos entre os maiores apuros, mas sem perder a esperança;

perseguidos, mas não desamparados;

derrubados, mas não aniquilados;

por toda a parte e sempre levamos em nós os sofrimentos mortais de Jesus, para que também a vida de Jesus seja

manifestada em nossos corpos.”

(2Cor 4,8-10)

Caríssimas Pessoas, vocês que têm a missão diária de conduzir, orientar, guiar outras pessoas, certamente também já vivenciaram ou estão vivenciando situações como Paulo destaca hoje, também para nós, não é mesmo?

Parece-me que toda situação, por mais complicada que seja, será muito mais facilmente superada, e de forma inteligente, quando temos clareza de onde está ancorada a nossa fé, os nossos propósitos, os nossos princípios, os nossos valores.

Não estou dizendo que necessariamente vocês precisam ser cristãos, o próprio Cristo não obrigou ninguém a segui-Lo. Muito embora, quem é cristão, de verdade, sabe muito bem onde está ancorada a sua fé e a sua esperança.

Assim, o que nós da Conducere desejamos que vocês possam refletir e aprofundar hoje é:

Em que valores, princípios, pessoas estou colocando a minha fé, minha esperança, meus propósitos de vida e carreira?

Tenho eu propósitos de vida claros?

Tenho convicção dos meus valores e princípios, enquanto líder e ser humano?

Como meus propósitos e convicções tem impactado, ou não, na forma como exerço a minha liderança?

Tenho eu uma identidade clara, que não é afetada com o vento dos mercados ou das alterações corporativas, que inevitavelmente acontecem?

Tenho auxiliado as pessoas da minha equipe, que estão passando por momentos de angústia, a conseguirem analisar as alternativas possíveis para a situação vivida?

Lembro-lhes que o permanecer constantemente na nossa zona de conforto também não é nada salutar.

Há um princípio na gestão do conhecimento, trazido por Nonaka e Takeuchi, na sua teoria de criação do conhecimento organizacional, que diz um dos fatores para que se crie novos conhecimentos, e por consequência gere-se inovação, é a flutuação e o caos criativo.

Isso quer dizer que, momentos de crise e de reflexão profunda da nossa forma de ver o mundo e fazer as coisas, são imprescindíveis para que se tenha sucesso pessoal e profissional.

Por gentileza, pensem nisso, com muita calma e tranquilidade, e não queiram encontrar as verdades absolutas da noite para o dia.

Deus lhes abençoe sempre e lhes mantenham em Paz!

Áudio para nossa meditação

Créditos

Texto e narração: Jocelito André Salvador

Evangelho: http://catolicoorante.com.br/

Edição e mixagem: Conducere Atelier

Músicas: Comunidade Shalom

Outros artigos relacionados à Inteligência Corporativa:

Saber ouvir e dialogar para ser agente de mudança Saber ouvir e dialogar é uma das premissas do(a) Líder Inteligente. Não há como quebrar resistências e gerar a mudança sem essa postura.Existe...
A verdade sempre prevalecerá! Não importa quão escondidas sejam as maldades humanas, sempre o Espírito da Verdade escancarará a sua justiça.Olá Povo de Deus!Sempre é um...
A sabedoria que gera uma copiosa colheita! Estou seguindo juntamente com minha amada sócia e esposa, Valeska, um caminho de discernimento espiritual e de conhecimento muito profundo nos últ...