Aqui na empresa já decidimos: vamos inovar só em 2017!5 min read

O tempo é propício para planejamentos e estratégias. Entretanto, sua empresa vai aguardar até o próximo ano para inovar? O momento de inovar é agora!

O final de mais um ano vem se aproximando e inevitavelmente lembro-me de uma rica expressão de um sábio e saudoso poeta, que diz:

O bom das segundas-feiras, do primeiro dia de cada mês, e do Primeiro dia do Ano é que nos dão a ilusão de que a vida se renova … Que seria de nós se a folhinha estivesse marcando hoje o dia 713.789 da Era Cristã?” (Quintana, Mário. Da Preguiça Como Método de Trabalho)

Como estamos planejando inovar em 2017?

Inovar em 2017

Crédito Imagem: Google Imagens

De fato, o que estamos planejando para que o novo ano seja efetivamente diferente deste que caminha para o seu ocaso, embora ainda não tenha terminado?

Inevitavelmente, o que planejarmos precisará ser revisto no decorrer no caminho. Contudo, para quem não sabe para onde vai … qualquer caminho serve, como diz uma citação já bem conhecida de um certo gato para uma tal de Alice, lá no País das Maravilhas.

Pois bem, há muitas pessoas, em suas empresas, que, em tempos como estes, criam belíssimas peças de planejamento estratégico, as quais nunca serão implantadas integralmente, pois são obras de ficção.

 

Elas são geradas por pessoas que não enxergam a sua realidade de forma sistêmica ou já cansaram de tentar ter suas ideias aceitas e postas em prática. Assim, seguem a manada, ou o chefe!

Crédito imagem: Google imagens

Crédito imagem: Google imagens

 

Motivação ou auto-enganação

Outra questão muito interessante, que costuma acontecer neste período do ano, são as festas de final de ano, congressos, convenções etc., onde, muitas vezes de forma totalmente artificial, tenta-se “motivar” e alinhar todos para os mesmos objetivos a serem atingidos lá no próximo período.

show-de-magica

Crédito imagem: Google imagens

Pois bem, isso sem falar na busca por gurus da motivação, os showmen das vendas corporativas, ou seja lá que tipo de alienígena quer se atrair para fazer com que nossas equipes e empresas tenham um resultado extraordinário, simplesmente por observar ou seguir os “mantras” de tais gurus.

Obviamente, não sou contra festas de integração, congressos, convenções etc. e tal. Contudo, qualquer ação empresarial tem que ter um propósito claro e atingível, nem que seja para que todos possam curtir o ócio, simplesmente.

Ah, outra questão: não espere ter resultados imediatos, quase mágicos e totalmente mensuráveis financeiramente, quando se fala em gestão de pessoas real, verdadeira.

Nestes quase 14 anos que decidi por conduzir meu próprio empreendimento, aprendi, e continuo aprendendo, algumas coisas, que hoje procuro levar para nossos clientes-parceiros.

 

Algumas lições aprendidas em 14 anos como empresário

Dentre estas coisas que aprendi e aprendo diariamente estão:

licoes-aprendidas-por-jocelito-andre-salvador

Crédito imagem: Freepik com alterações da Conducere

Há a necessidade de se fazer um bom alinhamento estratégico.

Qualquer ação em se tratando de pessoas, precisa ser alinhada e comunicada de forma clara e sincera, envolvendo as pessoas da sua organização.

Crie um sistema de educação corporativa para gerar resultados positivos no curto, médio e longo prazo.

Esqueça aquela ideia de que fazer um levantamento de necessidades de treinamentos, uma ou duas vezes por ano, e após aplicá-los, com toda excelência possível, vai gerar resultados reais. Caso você não tenha um sistema de educação, de verdade, na sua empresa, você vai continuar se enganando que pelo simples fato de ter disponibilizado 1.000h de treinamento para sua equipe, isso vai necessariamente gerar algo positivo para a sua empresa.

Administre o conhecimento, que está disponível na sua empresa.

Você certamente já se deu conta de que na era que vivemos o conhecimento, que está nas pessoas e pertence às pessoas, mas que pode ser administrado em prol da evolução da sua empresa também, é o que verdadeiramente poderá manter os seus diferenciais competitivos no decorrer do tempo.

Incentive a inovação contínua de forma inteligente.

Será que, hoje, você pode considerar que tem uma empresa que utiliza a sua inteligência corporativa para inovar, ou seja, há práticas que incentivam e disseminam a cultura do tripé aprendizagem-conhecimento-inovação?

Muito bem, a questão que se apresenta agora é: podemos fazer alguma coisa ainda em 2016 para evoluirmos os aspectos relacionados anteriormente?

A resposta, que me parece mais óbvia é SIM, naturalmente.

Ocorre que, ao menos tem acontecido com a gente por aqui, de observar que muitos já consideram, por um ou mais motivos, dos mais diversos, que o ano de 2016 já acabou, não podemos fazer mais nada.

Por isso, em especial para você que é empreendedor, empresário, líder ou tenha qualquer outra posição de gestão na sua empresa, tenho uma questão.

Diga-me: se você tem um incêndio na sua empresa, você decidiria começar a apagá-lo imediatamente ou somente no ano que vem, já que agora é época de festas, férias etc.?

Conte com a gente caso queira alguma ajuda, agora ou no próximo ano. 😉

Outros artigos relacionados à Inteligência Corporativa:

Programa Innovare: Teaser Nosso CEO, Jocelito André Salvador, preparou um teaser para apresentar a você o Programa Innovare!Este programa é voltado para empresas que depend...
05 Dimensões da Liderança Inteligente Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.As cinco dimensões da l...
Você lidera seu time como uma máquina ou como um c... Olá Pessoal! Sejam todos muito bem-vindos à edição de hoje das meditações Homines Formatam. Estas são focadas especialmente para Líderes Intel...