Compliance empresarial: o líder deve aceitar todas as regras?

Atualizado em

Compliance: será que tudo deve ser aceito? O que nos diz Jesus sobre isso?

Olá Povo de Deus!

O que é uma lei?

É uma regra de conduta, correto?

Contudo, existem muitas leis que não fazem o menor sentido, ou que são extremamente injustas, você concorda?

No meio empresarial, está em voga o termo “Compliance”. Todas as organizações modernas e preocupadas com o bem-estar social do ambiente (incluindo todas as partes interessadas – stakeholders), possuem ou devem possuir o seu.

Recentemente, sobre esse assunto, houve um escândalo envolvendo a Google e um de seus engenheiros.

Nos tempos de Jesus também haviam regras, inúmeras, aliás! Em muitas passagem, Ele “se aborrece” com elas e critica os mestres da lei, por escravizarem o povo.

No Evangelho de hoje (Mt 17, 22-27), Jesus instiga Pedro sobre este assunto. Quem deve pagar o tributo?

Jesus não entendia como correto pagar aquela taxa. Contudo, por ser uma regra e para não parecer favorecimento, ele também contribui.

Aqui podemos trazer um exemplo bem do nosso dia-a-dia, o pagamento de pedágio. Há pessoas que aceitam pagar e outros que não entendem como justo. Afinal, temos uma alta carga tributária e o retorno não vem na mesma medida…

Devemos aceitar regras injustas e que vão contra o que é ético e moral?

Aliás, aqui temos um ponto bem importante, parafraseando Mário Sérgio Cortella, todas as pessoas possuem uma ética e uma moral. Entretanto, pode ser que a ética e moral de alguém vá totalmente contra a nossa. Portanto, haver um código de conduta padrão, que determine o que é viável ou não, para viver em uma sociedade, faz-se salutar.

Voltando à questão do pedágio, certo ou não, quando há uma cobrança, porém a estrada está em excelente estado de tráfego, há ambulâncias disponíveis em caso de acidentes e locais para parada em perfeitas condições. Neste sentido, até não há um incomodo tão grande. Agora, pagando a taxa, sem qualquer retorno social, então há um sentimento de revolta.

Você, Líder, certamente lida com diversas situações na empresa onde pode haver regras que favoreçam uns em detrimento de outros. Normalmente, diferenças salariais e benefícios gritantes, entre pessoas do mesmo nível hierárquico, mas de departamentos diferentes.

O que fazer nestas situações? Escandalizar-se?

Veja, Jesus diz, os filhos são livres. O que isso quer dizer?

O líder precisa sempre buscar o equilíbrio da equipe. Quando situações como estas ocorrem, deve ser capaz de demonstrar o beneficio maior. Também, elevar a equipe e o seu trabalho, comprovando a importância de todos. Além disso, não aceitar corromper-se, pela sua posição ou por uma melhor.

Isso não quer dizer que você, como Líder, não deva, de forma racional e inteligente, assim como fez Cristo, apontar para os erros e apresentar soluções possíveis.

Fiquem em Paz do Senhor!

[supsystic-social-sharing id=’1′]

Créditos

Texto: Valeska S. Fontana Salvador

Imagem destacada no Blog: Google Imagens